Obras avançam no Hospital Estadual Getúlio Vargas


zoom

(Foto: Instituto Solidário | Setor de Manutenção)


Quem passa próximo ou quem está recebendo atendimento no Hospital Estadual Getúlio Vargas (HEGV) pode conferir que as obras de reforma da unidade estão em ritmo acelerado. A revitalização faz parte dos planos de ações traçados pelo Instituto Solidário e a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro.

Nesta fase, o portão de entrada do Morgue recebeu reparos, pintura e sinalização. O canteiro de flores, da entrada principal, foi restaurado, com reconstrução da alvenaria e plantio de novas mudas. Destaque para a instalação de azulejos customizados no muro com as iniciais do HEGV, a identidade do Hospital.

zoom

(Foto: Instituto Solidário | Setor de Manutenção)


A Diretora Geral do Complexo Estadual de Saúde da Penha, Joanna Barros De Jaegher, reforça que todo esse trabalho é mais um compromisso do Instituto Solidário visando melhorias no acolhimento dos usuários, familiares, profissionais, colaboradores e fornecedores. “Essa ação beneficiará a maior unidade hospitalar de referência para urgência e emergência no Rio de Janeiro, proporcionando humanização e conforto no atendimento”.

O Instituto Solidário entende que o gerenciamento da manutenção hospitalar tem o papel fundamental de garantir o bem-estar dos pacientes. Equipes que atuam por trás do tratamento dos pacientes, como a de manutenção, têm tanta importância quanto a equipe médica. Nenhum atendimento que dependa de equipamentos hospitalares pode ser executado com qualidade e tempo hábil sem que a manutenção garanta o bom funcionamento deles.


Identidade hospitalar

A identidade visual desempenha um importante papel na construção de uma marca de saúde. Geralmente, ela é uma das primeiras associações que um indivíduo faz com o nome da unidade.

Para Fátima Maurício de Oliveira, moradora da Região dos Lagos e mãe de Rogério Maurício de Oliveira, paciente do HEGV, a aparência interfere no atendimento e a conclusão da obra vai proporcionar um melhor bem-estar aos pacientes. “A reforma traz uma aparência muito melhor ao Hospital. O ambiente está mais limpo e organizado”, afirma.

As cores claras das paredes e o jardim restaurado agradaram a Cátia Souza. “Antes era bem feio e sujo. Com a pintura e as iniciais do Getúlio Vargas na parede, a aparência do Hospital está muito melhor”, diz a moradora de Inhaúma que vai ao Hospital visitar o sobrinho de 18 anos que está internado.